Os melhores lugares pra visitar em Paris

Mal cheguei no Brasil e já tô com ressaquinha da viagem kkk. A saudade era grande, mas a vontade de voltar pra Europa e ficar de vez tá bem maior! Pois bem, sem mais delongas: prometi que faria alguns posts sobre minha viagem - mais especificamente sobre Paris e Lisboa - e aqui tá ele. Fiz com muito carinho, espero que gostem <3 

Pensei muito em como eu faria esse post porque como fiquei quase dois meses na França, fugi um pouquinho da rota tradicional maluca turística e aproveitei Paris de uma forma mais tranquila, conhecendo vários cantinhos que as pessoas geralmente não dão tanta importância. Rata de museu que sou, fui em museu pra caramba (e se quiserem posso fazer um post específico pra isso).

Vale lembrar que tava por lá entre o finalzinho de janeiro e o meio de março - que não é alta temporada, mas nem por isso a cidade tava vazia: muito pelo contrário! Paris é cheia o tempo todo, então aí vai minha primeira dica: se possível, comece a fazer seu programa de manhã. A galera deixa pra turistar depois do almoço, então na parte da manhã os lugares costumam estar bem mais vazios. Vamo lá, começando pelos tradicionais: 


Arco do triunfo 
Place Charles de Gaulle, 75008

Putz, foi o primeiro ~marco~ de Paris que vi e me apaixonei de primeira. É um arco ornamentado pra caramba, construído por ordens de Napoleão pra comemorar as vitórias dele. Ele é lindíssimo, cheio de esculturas e, sério... inexplicável. Pra vê-lo é de graça (você entra por um túnel na Champs-Elysees) e consegue ver por baixo, mas pra subir é 12 euros. Lembrando que cada monumento em Paris tem uma regra, mas geralmente é grátis pra pessoas de qualquer nacionalidade até 18 anos e para residentes ou nacionais da União Europeia até 26 anos. A vista lá de cima é lindíssima!

Champs-Élysées
75008

É um espetáculo à parte! Pros consumistas de plantão, é um sonho de princesa. Confesso que não me estendi muito lá, mas tem lojas da Apple, Nike, Cartier, Gucci, o prédio da Louis Vuitton... 


Ponte Alexandre III
Pont Alexandre III, 75008

É uma ponte bem linda, toda ornamentada. Ela tem a vista da Torre Eiffel e fica pertinho do Petit Palais e do Gran Palais. Vale a pena pra uma fotinha :)


Torre Eiffel
Champ de Mars, 5 Avenue Anatole France, 75007

Sem palavras, né? Até perdi o fôlego kkk. De novo: pra vê-la por baixo é de graça, você só precisa atravessar por um raio-x na lateral da torre. Pra subir até o topo por escada é cerca de 9,50 euros, e até o segundo andar é um pouco menos. Pra subir de elevador é quase o dobro! Nela não tem as regras de residentes e nacionais da União Europeia. 

*pausa rápida pra contar sobre a subida* eu e meus amigos subimos pelas escadas. Consegui subir até o meio do segundo andar, mas me caguei e voltei pro primeiro kkk é alto PRA CARAMBA e olha que eu nem tenho tanto medo de altura... Mas a vista é linda e no primeiro andar tem uma espécie de museu com algumas informações sobre a Torre e sua construção. 


Jardim do Trocadéro
Place du Trocadéro et du 11 Novembre, 75016 

Não é bem um lugar, mas fica bem de frente pra Torre e é geralmente onde a galera tira foto com ela de fundo. É um jardim bem legal e sempre tem uma musiquinha bacana tocando à noite. 


Notre-Dame
6 Parvis Notre-Dame - Pl. Jean-Paul II, 75004

Quebrou meu coração saber do incêndio na Notre Dame. Felizmente consegui visitar ela duas vezes e assistir uma missa lá. É uma igreja lindíssima e muito, mas MUITO detalhada. É enorme. Por mais que esteja fechada, vale a pena visitá-la por fora. 


Sacre-Coeur
35 Rue du Chevalier de la Barre, 75018

Seguindo a linha das igrejas, mais uma que vale a pena visitar. É enorme e tem uma vista linda da cidade toda, por estar no alto. Assim como a Notre Dame, a entrada é gratuita. E tem o plus de ser no bairro de Montmarte, o bairro mais charmosinho de Paris. Fica pertinho do Moulin Rouge, do café da Amelie Poulain, do muro dos Eu te amo... 


Panthéon
Place du Panthéon, 75005

Mais um lugar que é lindíssimo. Segue a linha da arquitetura neoclássica da cidade, e é um lugar onde estão enterradas algumas personalidades francesas. O prédio é lindíssimo e incrível demais. Se não me engano a entrada era 9 euros, mas seguia aquela linha de gratuidade pra até 18 anos e residentes/nacionais até 26 anos. 

Algumas dicas

- em Paris dá pra fazer tudo de metrô. A passagem é 1,50 euro pra dentro da zona 1 (que é a de Paris). Se você tiver disposição, dá pra fazer boa parte a pé. Eu andava quase 20km todo dia e conheci muita coisa que não conheceria só de transporte público. Lá tem patinete e bicicleta praticamente em cada esquina!

- sei que é bater demais na tecla, mas fuja dos lugares turísticos pra comer. Eu sempre procurava algum lugar pra comer antes de sair de casa pra me programar e saber exatamente o quanto ia gastar. Posso fazer um post com os lugares onde comi também :)

- pelamordideus, cuidado com os batedores de carteira. Tem uma galera que finge entregar prancheta pra você preencher algum formulário e acabam pegando sua bolsa.

Obviamente tem muita coisa que ficou de fora: a Praça da Bastilha, da Concórdia, o Moulin Rouge, as Galerias Lafayette (que, aliás, tem um terraço que dá pra ver a cidade - e de graça), a Ópera Garnier... Mas esses são os lugares - na minha opinião, tá? - que você não pode deixar de conhecer! Deixei os museus de fora porque pretendo falar deles mais detalhadamente. Gostaram?

Ah! Já ia quase esquecendo. Fiz uma lista no Google Maps, se quiser seguir ela fica à vontade ;) O link é esse aqui

Beijo!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.