Rapidinha: livros que li em Agosto


Se você é um leitor assíduo do blog (o que eu espero de todo coração que seja), deve tá percebendo que tô me comprometendo muito com a literatura! Pra ver mais posts sobre isso, é só clicar aqui

Agosto, o mês que não acaba nunca, finalmente acabou e o que eu fiz em todos esses dias (além de procrastinar, óbvio)? Coloquei minha leitura em dia! Confere o post rapidinho de hoje com um resumão desses livros incríveis! 

O Xará, de Jhumpa Lahiri 
Esse livro acompanha a vida do protagonista, Gógol Ganduli, nascido nos Estados Unidos, com pais indianos e nome russo, e de toda a sua família, contando sobre os aspectos da imigração e do sentimento de não pertencer a nenhum lugar. É um romance contado de forma incrivelmente sensível e intimista!

Ensaio sobre a cegueira, de José Saramago
Taí um clássico que me arrependo muito de ter demorado pra ler. Como seria se de repente todo o mundo ficasse cego? É nesse cenário quase apocalíptico que o escritor detalha a trama, contando até onde o ser humano é capaz de ir, quais são seus valores e os confrontos.  

O Oitavo Selo, de Heloísa Seixas
Esse "quase romance", como define a escritora brasileira, é basicamente uma biografia do seu marido Roy Castro. Tem muita ficção e muita verdade, e mostra todos os momentos, ou "selos" em que o marido se deparou com a morte. 

A insustentável leveza do ser, de Milan Kundera
Misturando o clima tenso de um momento político complicado com relações amorosas e intimistas, Milan Kundera conduz o livro de forma a contar histórias e nos fazer refletir sobre a existência humana em si como um enigma que resiste à decifração. 

Ufa! Quais serão os livros de setembro?
Comenta ai! Beijo

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.