VeggieLife: Documentários que me tornaram (e mantiveram!) vegetariana


Quando as pessoas descobrem que sou vegetariana, sempre vêm o mesmo batalhão de perguntas. "O que você come?" "Mas você vai sumir!" "Você não pode ficar sem a proteína da carne!!!" e outras mil. Mas de longe uma das que mais ouço é: o que te fez se tornar vegetariana? Aí eu penso comigo e até explico que foram uma série de motivos, mas o que me deu o empurrão final foram os documentários que assisti quando pensei na possibilidade de parar de comer carne.

Acho sempre uma boa apresentar esse tipo de documentário pra todo mundo que me pergunta não pra impor ou apontar pra pessoa que isso ou aquilo é o correto, mas pra mostrar a verdade e deixar que ela reflita por conta própria até onde vale a pena matar um animal pra satisfazer suas vontades.

1. A Carne é fraca (link aqui)
Tenho quase certeza de que foi o primeiro documentário que eu assisti que falava sobre o direito dos animais e a indústria da carne. Assisti há uns dois anos atrás pra fazer um trabalho da faculdade e despertou uma pontinha de vontade de parar com a carne. O documentário trata basicamente das condições que os animais vivem em granjas e abatedouros aqui no Brasil, e como eles são maltratados desde quando nascem até a hora da sua morte. É um dos vídeos com cenas mais fortes que eu já vi, e é ótimo pra dar aquele choque de realidade na gente.

2. Terráqueos (link aqui)
Esse foi o documentário que me botou no mapa do vegetarianismo pra nunca mais voltar a comer carne! Assisti ele numa noite e no outro dia já parei de comer carne. É muito mais pesado que o A carne é fraca, e separa o conteúdo do vídeo em três partes: mamíferos, aves e peixes. Aí em cada uma dessas "partes", mostra o tratamento dado pros animais e todo sofrimento psicológico e físico que eles têm, desde o local onde eles passam a vida toda até a maneira que matam cada um.

3. Não matarás (link aqui) 
Os produtores do Não Matarás são os mesmos do A Carne É fraca, o Instituto Nina Rosa. Contrário ao primeiro, o Não Matarás foca na indústria da experimentação em animais e as consequências pro mercado, pro ser humano e principalmente pros animais que perdem partes do corpo ou acabam morrendo por conta dos testes. Assistindo, lembrei bastante da indignação geral que aconteceu há um tempo atrás pela experimentação realizada em cachorros Beagle pelo Instituto Royal (lembra?) e me peguei pensando: se achamos tão anormal e horrível a experimentação com cachorros, por que permitimos que façam o mesmo com coelhos, ratos e demais animais?

4. Glass Walls (link aqui)
Se você é daqueles que não aguenta assistir cenas fortes por muito tempo mas mesmo assim procura um incentivo pra iniciar o vegetarianismo, o Glass Walls é perfeito pra você. Narrado pelo Paul McCartney (sim, o beatle é vegano!) e idealizado pelo PETA, o documentário parte de uma frase base que o Paul sempre diz: "Se os abatedouros tivessem paredes de vidro, todos nós seríamos vegetarianos". Pesado, né? Enfim. O documentário é bem curtinho, tem cerca de 13 minutos e apesar das cenas serem fortes, sintetiza bastante o assunto.

5. Forks over knifes (link aqui)
Esse documentário assisti uns 6 meses depois de ter parado com a carne, e é um dos mais incríveis que já assisti. Vai muito além de citar a crueldade animal, mostrando que além de parar de comer carne, ovos, leite e derivados animais, também devemos cuidar da alimentação no que diz respeito à alimentos processados e industrializados. É basicamente um toque pra que a dieta com maior consumo de vegetais e grãos integrais não é só mais saudável como também mais sustentável. Acho que se encaixa melhor ainda pra quem não consegue assistir cenas de sofrimento animal, porque critica a indústria do fast food, produtos industrializados e laticínios sem mostrar cenas de matadouros ao mesmo tempo em que mostra pesquisas que relaciona a alimentação com doenças como câncer a AVC.



Decidi não colocar nenhuma foto de sofrimento animal no post porque sei que não é todo mundo que se sente confortável com essas cenas. Então que tal fotos fofinhas desses animaizinhos que você provavelmente come pra te convencer de que existe vida sem carne? Vem pro lado verde da força comigo!

Beijoux

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.