Top 7: Documentários do Netflix

Se tem uma coisa na qual o Netflix é especialista, é em documentários. Sempre que paro pra dar uma conferida, a seção de documentários tá bem atualizada e com bastante coisa diferente. Sou meio suspeita pra falar porque adoro conferir esse tipo de coisa, não importa o assunto: biografias, sobre algum assunto polêmico, religião, cultura... Enfim! E hoje separei alguns dos últimos (e melhores!) documentários que eu já assisti e que estão disponíveis lá. Ah! Coloquei o link de cada um pra assistir online também, caso você não tenha Netflix :)


Living On One Dollar (netflix|online): quatro amigos que cursavam economia nos Estados Unidos descobriram que mais de 1 bilhão de pessoas no mundo vivem com a média de 1 dólar por dia. Como eles cresceram em família de classe média, resolveram embarcar de cabeça na experiência de viver como essas pessoas em situações precárias. A ideia do documentário é passar 56 dias na Guatemala, em uma vila bem pequena, com apenas 56 dólares. Durante o tempo lá, os meninos trabalharam, comeram e viveram como os moradores da vila de Pena Blanca. É bem interessante pra mostrar como existem pessoas vivendo em condições horríveis e abrir nossos olhos diante dessas situações. Duas semanas após o documentário ser lançado, mais de 21 mil dólares foram doados pra vila de Pena Blanca por meio da ONG criada pelos meninos. Vale mesmo a pena ver!

TRAILER:




Girl Rising (netflix|online): é um dos meus preferidos! Me emocionei demais assistindo, e como o primeiro documentário, mexe bastante com a nossa visão de mundo. Já assisti várias vezes e sempre me pego aprendendo alguma coisinha que não aprendi das outras vezes. São vários capítulos (9 pra ser específica), narrados por diversas famosas (Selena Gomez, Anne Hathaway e Meryl Streep inclusas!) cada um com a história de uma menina/mulher e dos obstáculos que ela encontra pra ter acesso à educação. Por serem todas de países pobres (Camboja, Nepal, Egito, Índia, Peru, Haiti, Serra Leoa, Etiópia e Afeganistão) e muitas vezes com problemas familiares, realmente se torna bem complicado. Mas é muito interessante ver como essas mulheres lutam pra poder estudar, e apesar de todas as dificuldades, sonham em ter um futuro melhor <3  

TRAILER:




Cowspiracy (netflix|online): taí um dos principais motivos de eu ter virado vegetariana. Apesar de ter assistido o Cowspiracy depois de ter parado de comer carne, tomei um baita soco no estômago. O documentário foca bastante nas mudanças ambientais que o consumo de carne pode trazer pro planeta, além de todo o sofrimento que todo mundo já sabe (mas prefere ignorar) por qual os animais passam. O documentarista basicamente explica todos os motivos pelos quais parar de comer carne é importante pra sustentabilidade e manutenção do planeta. O que achei incrível nesse documentário é que todos os dados são bem fundamentados (tem estatísticas da ONU e tudo mais) e que o protagonista vai de encontro com as organizações ambientais e diz que só reciclar e parar de poluir não é o suficiente, que a indústria da pecuária precisa ser reduzida o quanto antes.


TRAILER:





Zeitgeist (netflix|online): confesso que assisti só a primeira parte porque achei o resto bem chatinho (fala de suposições a respeito do 9 de setembro e sobre o banco central dos Estados Unidos), mas o que assisti me agradou bastante. A primeira parte fala basicamente de religião, mas de uma forma bem crítica e com dados que eu NUNCA tinha ouvido falar. Sou meio suspeita pra falar porque curto bastante ler sobre religiões e tudo mais, mas é bem interessante aprender de uma perspectiva diferente sobre o Cristianismo e outras religiões. Pra quem gosta de teorias da conspiração, recomendo assistir o documentário todo :)



TRAILER:




Blackfish (netflix|online): lembro que toda vez que eu via fotos das minhas amigas no SeaWorld, na Disney, sempre pensava a mesma coisa: esses animais devem sofrer demais. E o documentário Blackfish, lançado em 2013, veio pra confirmar isso. O filme traz a história da orca Tilikum, que foi aprisionada em cativeiro desde bebê, e todas as mortes e acidentes que ela realizou dentro dos parques aquáticos. Mas o documentário em si e todas as entrevistas dentro dele sempre insistem que a culpa não foi dela, porque além de ela ser um animal irracional, também sofreu diversos meios de tortura e esteve sempre sobre um estresse terrível por conta do treinamento para os shows e tudo mais. É um documentário bem forte, mas importantíssimo pra pensarmos se realmente queremos financiar e estimular um mercado tão violento como o de "espetáculos de animais".

TRAILER:




Amy (netflix|online): depois de ter ganhado o Oscar de melhor documentário de 2016, Amy teve ainda mais visibilidade e conquistou ainda mais fãs, que tiveram a verdadeira consciência do que aconteceu na vida da cantora Amy Winehouse. A partir das entrevistas de amigos e familiares, a gente passa a conhecer a verdadeira cantora e tudo pelo que ela passou até sua morte prematura em 2011. Além de todos os problemas com álcool e drogas, a gente passa a perceber que boa parte dos distúrbios psicológicos que Amy tinha poderiam ser evitados se ela tivesse o apoio das pessoas mais próximas, que se importaram mais em explorar o seu talento do que com a sua saúde física e mental.

TRAILER:




Blood Brother (netflix|online): esse foi um dos primeiros documentários que assisti no Netflix, e um dos mais bonitos também. Resumidamente, conta a história do Rocky, um estadunidense que deixou sua vida confortável nos Estados Unidos e se mudou pra Índia pra cuidar de crianças que tem HIV/AIDS. No começo, o plano de Rocky era fazer uma viagem turística pra Índia, mas assim que conheceu o orfanato, resolveu ficar. A história é muito bonita por mostrar como o protagonista se importa e faz de tudo pra deixar as crianças confortáveis apesar de estarem tão doentes. Ele gasta todo o dinheiro dele com remédios, brinquedos e comida, tudo pra confortar as crianças.

TRAILER:


O que acharam desse post? Gostam de documentários? Já assistiram algum desses? Conta pra gente!

Beijos

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.