Manual de Sobrevivência Universitária da Vitória: Compras (naturebas) do mês!

Foi meio automático: quando parei de comer carne, comecei a me alimentar muito melhor. Não que eu me alimentasse totalmente errado ou que ainda não coma besteira, mas passei a ter mais noção do que eu coloco pra dentro do meu corpo.

Fica meio difícil controlar o que como quando tô na casa dos meus pais (porque mãe sabe como é, AMA engordar a gente hahaha), mas agora que minhas aulas voltaram e voltei pra Franca, pretendo entrar na linha de novo e deixar as besteirinhas meio de lado. 

Antes de voltar pra cá, fiz compras em uma loja de produtos naturais que amo mooooooito. Essas comprinhas são mais pra complementar e usar em um momento que eu esteja sem legumes/frutas/verduras e não queira apelar pra besteirinhas. Lá em casa (onde somos em duas), essas compras duram um mês e pouquinho, mas a proteína de soja acaba durando mais por dois motivos: ela rende HORRORES e a Gabi (minha roomie) não curte muito. 

Como a maioria das coisas é seca, não preciso ficar me preocupando muito com o prazo de validade (já que demoram anos pra estragar). Então se você mora sozinho (ou não!), se é vegetariano (ou nãoooo!!) e tá procurando uma forma de se alimentar bem sem gastar muito e de uma forma super saudável, veio pro lugar certo!

1. Proteína Texturizada de Soja (PTS)


A PTS ou PVS (proteína vegetal de soja) foi um dos primeiros alimentos ~veganizados~ que eu comi. Por ter uma textura que é bem parecida com a carne, ela ajuda e substitui bem pra quem tá no início do vegetarianismo. Ela rende muito bem, dá pra usar de várias formas (como recheio de pastel, salgadinhos, tipo carne moída, estrogonofe) e tem vários tamanhos (tem no formato de hamburguer, maiorzinho como o da foto e menores como carne moída). É SUPER fácil e rápida de fazer, só deixar na água quente pra ela inchar e depois apertar pra sair a água, temperar e dar uma fritadinha. Aqui no Brasil é meio complicado o consumo da soja pela quantidade de agrotóxicos que usam na produção, mas a loja que eu compro deixa bem claro que o produto não é transgênico. Se puder escolher, sempre opte pelo não transgênico :)

2. Temperinhos


Costumo ter bastante tempero em casa pra não usar sal, já que faz mais mal do que bem... E os dois que eu mais amo são esses: Ervas finas e Chimichurri. Não faltam nunca e eu uso pra tudo: arroz, feijão, legumes e principalmente na proteína de soja, pra tirar o gostinho de ração (hehe) que ela tem. Os dois são desidratados e super baratinhos, não tem erro! No ervas finas tem salsa, orégano, manjericão, tomilho e alecrim. O Chimichurri tem alho, cebola, salsinha, tomilho, louro, mostarda em pó, salsão.. Deixa um gostinho super bom de comida caseira! Recomendo demais.

3. Granola


É a minha salvação! É caseira, bem fresquinha e tem um montão de coisas boas que a gente não costuma ver nas granolas industrializadas. Essa que comprei da última vez tem flocos de aveia, flocos de arroz, flocos de milho, uva passa, açúcar mascavo, mel, gergelim e castanha do pará. O preço também é super em conta pela qualidade e pelo bem que faz. Pra quem quer comer a granola fora de casa, dá pra misturar ela com mel e levar alguns minutinhos no forno que ela vira barrinha. Fica deliciosa!

4. Farinhas


Quando descobri o mal que a farinha de trigo faz (além da quantidade de conservantes e coisinhas ruins que colocam nela), tento diminuir o mínimo possível. Já comprei farinha de grão-de-bico (dá pra fazer uma omelete vegana deliciosa com ela!), de berinjela, graviola... Dessa vez comprei a de arroz integral (sem glúten!) e a de linhaça. São baratinhas, naturais, e tem muito mais vitaminas e fibras do que a farinha de trigo.  

5. Grãos/leguminosas


Os grãos/leguminosas são ótimos substitutos pra quem não come carne. Eles são cheios de ferro, zinco e outros minerais que a gente precisa pra se manter. Eu sou vidrada em lentilha (que dá pra fazer hamburguer vegano, com arroz...) e grão-de-bico (FALAFEL!). Por serem orgânicos, também fico super tranquila em relação aos trangênicos <3

6. Chia


Eita que esse negócio serve pra muita coisa!! Todo vegano sabe que a chia (junto com a linhaça) é um dos melhores substitutos pro ovo. Quando fica em contato com a água, essa semente solta uma geleinha que dá liga e é ótima pra fazer pães/bolos/tortas/hamburgueres veganos. Fora os benefícios: é repleta de fibras, proteínas; além de regular as taxas de colesterol do sangue e de fortalecer o sistema imunológico. Comprar a granel compensa muito mais do que os pacotes fechados que vendem em supermercados. O preço tem muita diferença!

7. Frutas desidratadas


Pra matar a fome e ter um lanchinho da tarde incrível, as frutinhas desidratadas são uma ótima pedida. Primeiro que são incríveis pra levar na bolsa em uma viagem ou se você ficar o dia todo fora e não quiser abusar. Comprei cranberry, uva passa e banana. Também não são tão caras quanto embalagens vendidas no supermercado ou em lojas!

Gostaram das dicas? Ficaram com vontade de experimentar?
Beijous

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.